A Bee já dorme a noite toda no quarto dela

Ainda não vos contei.

Na altura não contei porque queria ter a certeza. Queria contar só depois de um mês de consistência. Depois passou-me. Agora já passaram dois meses e acho que já posso falar com certeza: a Bee já dorme a noite toda e no quarto dela, pasmem-se!

Depois de o assumir aqui no blog, confesso que fico com medo que tudo dê uma reviravolta e ela já nem queira dormir sozinha.

Foi mais de um ano a acordar pelo menos 1 vez por noite. Foram uns 10 meses a acordar dezenas de vezes. Dezenas mesmo! Podem acreditar.

Para quem não sabe, a Bee dormia comigo. Era inviável levantar-me tantas vezes durante a noite. Se assim já era doloroso, imaginem o que seria se tivesse de me levantar. Não, ela dormia comigo, acordava, mamava e ambas adormecíamos. Aprendi a relaxar, a não querer saber, acordava porque acordava, era um bebé. Nunca me habituei, mas já não me importava.

Entretanto e após estes meses todos, ela começou a dormir cada vez melhor até que depois de fazer 1 ano já tinha noites em que dormia a noite toda e outras em que acordava uma única vez. Claro que eu comecei logo a pensar em formas de a mudar para o quarto dela. Não que eu não gostasse de dormir com ela, mas para além de não ser viável a longo prazo (eu espero um dia, quem sabe, talvez, arranjar um namorado), achei que dormiríamos ambas melhor se cada uma com o seu espaço, e estava certa.

A cama de grades já não era solução, para além da Bee ser um bicho a dormir (não pára quieta, não se tapa e ainda faz cambalhotas), eu tenho de me deitar ao lado dela para a adormecer e como devem calcular, apesar de eu ser pequenina e magrinha, não consigo deitar-me num berço.

Para não gastar dinheiro numa cama e depois ela não se habituar e voltar a dormir comigo, pensei em testar primeiro. Fui ao quarto de visitas, tirei o colchão, pus no chão do quarto da pequena, respirei coragem, adormeci-a lá e ela lá dormiu a noite toda. Eu nem preguei olho. Passei a noite toda com vontade de a ir buscar de volta, mas não fui.

Na segunda noite acordou uma vez a meio da noite. E foi a última. Desde aí que dorme 11/12 horas seguidas!

A nossa qualidade de vida melhorou imenso. Não só ela dorme mais, como anda mais bem disposta. E eu igual.

Este artigo não serve para fazer pirraça às mães que ainda passam mal de noite, este artigo serve para vos dar esperança. Eu passei mal, muito mal. A Benedita provavelmente passou pior, coitadinha. Eram noites intermináveis. Não só acordava durante a noite, como não adormecia e só chorava. Foi duro, muito duro. Mas já passou.

Passa, tudo passa. E se entretanto precisarem de alguma coisa, nem que seja só para desabafar ou conversar, podem enviar mensagem no instagram ou email para reviera.vanessa@gmail.com

Quando é que os vossos bebés começaram a dormir a noite toda?
Partilhem comigo através do

2 comentários

  1. Olá Vanessa
    O Duarte tem 19 meses e confesso que com ele fui sortuda. Desde os 4 meses que dorme na cama de grades e dorme a noite toda, tem dias que resmunga mas o motivo é simples…perdeu a chucha.
    Eu quero coloca lo no quarto dele, mas sou sincera, estou a mentalizar-me de o ver dormir no quarto dele sem eu estar ao pé, e pensar que não o vou ouvir e isso assusta-me. Macaquinhos na minha cabeça, mas é sempre aquele medo de mãe. Com esta ideia de o querer colocar no quarto ainda vem a ideia do ” dorme na cama de grades, ou na cama de solteiro?”. Tudo um misto de “só falta o quase” e ele estará a dormir em paz e no quarto dele.
    Boa Sorte com a Bee e que ela durma sempre bem e umas quantas horas para a mamã compensar os sonos perdidos. Beijinhos ás duas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *